logo iTrip
Quer viajar ? Escolha seu destino :

GIF PARIS 728x90
DÚVIDAS SOBRE O DESTINO?
Pergunte aos AMIGOS

Circuitos

Serras do Brasil

Serras do Brasil - Guia Turístico das Principais Serras do Brasil - iTrip



Serra da Mantiqueira (SP, RJ e MG)

Passando por São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, a Serra da Mantiqueira é a região preferida dos alpinistas, pois encontram no Pico das Agulhas Negras e na Pedra Mina (e seus 2.800 metros) excelentes terrenos para a prática esportiva. O maciço da serra segue por 500 quilômetros e passa por cidades conhecidas, como Bragança Paulista, Barbacena, Visconde de Mauá e a preferida dos paulistas em tempos de inverno rigoroso: Campos do Jordão.

Serra dos Órgãos (RJ)

A unidade de conservação do Parque Nacional da Serra dos Órgãos inclui os municípios fluminenses de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim. A serra fica dentro da grande Serra do Mar e é muito procurada pelos amantes da natureza, já que a Travessia Petrópolis-Teresópolis, que leva três dias, atrai muitos aventureiros a fim de, ao menos, ficar mais perto do Dedo de Deus. Os mais corajosos podem escalar o pico, mas o mais alto e difícil da região continua sendo a Pedra do Sino.

Serra da Bocaina (SP e RJ)

Mais uma das serras que fazem parte da grande extensão de montanhas da Serra do Mar. A Serra da Bocaina compreende um pequeno pedaço entre São Paulo e o Rio de Janeiro, onde as principais cidades são Ubatuba, Paraty e Angra dos Reis, e tem São José do Barreiro como sede do Parque Nacional, criado na década de 70. O ponto mais alto da serra é o Pico do Tira Chapéu, a 2.088 metros de altitude, mas quem prefere atividades mais lights para explorar a região deve conhecer a Cachoeira de Santo Isidro.

Serra do Cipó (MG)

O Parque Nacional da Serra do Cipó foi criado para proteger as espécies em extinção que só são encontradas aqui. A menos de 100 quilômetros de Belo Horizonte, em Minas Gerais, a Serra do Cipó é um recanto de rios, cachoeiras, canyons e sítios arqueológicos, além de terreno propício para esportes de aventura, como o rapel que encontra entre abril e novembro a melhor época para a prática por causa da seca.

Serra da Canastra (MG)

Abrangendo 6 municípios de Minas Gerais, a Serra da Canastra – que virou Parque Nacional em 1972 – tem como principal atração a nascente do rio São Francisco. Além disso, é dentro do parque que estão as cachoeiras mais belas do sudoeste de Minas, onde se pode destacar a Casca D´Anta, primeira queda do “velho Chico” com quase 200 metros. A Serra da Canastra é, entre outros motivos, encantadora porque sua vegetação marca a divisão entre a mata atlântica e o início do cerrado.

Serra do Caparaó (ES e MG)

Já ouviu falar no Pico da Bandeira, o ponto mais alto do sudeste brasileiro e o terceiro do país? Pois é na Serra do Caparaó que ele se esconde. Se esconde não, porque 2.892 metros são difíceis de não serem vistos. A serra fica na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais e tem a ‘Bonita’ como uma das melhores cachoeiras da região. Atenção porque no inverno a temperatura pode chegar a 10 graus negativos.

Serra do Mar (ES a SC)

Desde o Espírito Santo até Santa Catarina, a Serra do Mar se apresenta com sua cadeia montanhosa que se estende por longos 1.500 quilômetros. Devido à sua gigantesca extensão, várias outras serras foram nomeadas dentro dos estados pelos quais ela passa, como a Serra do Itajaí – SC, a Serra da Prata – PR, entre outras. A Serra do Mar guarda a memória do país nas cidades históricas que a perpassam e as cidades litorâneas, como Ubatuba, tem o privilégio de tê-la bem perto.

Serra da Bodoquena (MS)

A Serra da Bodoquena abrange a maior área de mata atlântica do estado do Mato Grosso do Sul. No ano 2.000 foi criado o Parque Nacional da Serra da Bodoquena, a fim de proteger o ecossistema da região formado pelas cidades Jardim, Bodoquena e Bonito. A serra fica na borda sudeste do Pantanal e, com sorte ou azar, pode-se deparar com onças pintadas e lontras. Quem visita a serra não pode deixar de conhecer Bonito, cidade que faz jus ao nome, valorizada pelo ecoturismo e procurada por turistas do mundo inteiro por causa de sua beleza inconfundível.

Serra Gaúcha (RS)

As principais características da Serra Gaúcha são as altitudes relativamente baixas em relação às demais serras. Mas nem por isso o frio é menor. O inverno é sempre muito rigoroso, podendo nevar em alguns lugares. Enre as principais cidades que rodeiam a serra estão Gramado, Canela, Nova Petrópolis e Bento Gonçalves. Já o Parque Nacional Aparados da Serra, localizado entre os municípios de Cambará do Sul (RS) e Praia Grande (SC), conta com grandes cânions e uma paisagem de tirar o fôllego.

Serra Catarinense(SC)

A Serra Catarinense, com altitudes de quase 2.000 metros, é uma das regiões mais frias do Brasil, tão fria que a neve se faz presente anualmente, mesmo que por poucos dias. A maioria dos municípios que formam esta região (São Joaquim, Urubici, Bom Jardim da Serra, Lages e Urupema) estão localizados a mais de 1.000 metros de altitude, e a aproximadamente duas horas de carro do litoral. No Parque Nacional de São Joaquim, em Urubici, fica o Morro da Boa Vista e a famosa Pedra Furada. Não deixe de subir a Serra do Rio do Rastro, com sua estrada sinuosa entre montanhas e cânions.









:


:








Os Campos são OBRIGATÓRIOS. Seja o mais claro possível, pois isso agilizará a RESPOSTA das Agências de Viagem parceiras do ITRIP




Este formulário serve para você solicitar COTAÇÕES de VIAGENS, PACOTES e ROTEIROS. Não perca seu tempo. Nós procuramos o melhor PREÇO para você. APROVEITE !

O seu pedido será enviado a um AGENTE DE VIAGEM parceiro do ITRIP. O mesmo entrará em CONTATO em ATÉ 7 DIAS para envio da sua COTAÇÃO.

O ITRIP SOMENTE PROMOVE O CONTATO ENTRE O USUÁRIO E O AGENTE DE VIAGEM, NÃO SE RESPONSABILIZANDO POR NENHUMA NEGOCIAÇÃO COMERCIAL QUE POSSA OCORRER ENTRE AS PARTES.